Gostou? Compartilhe!

Melhor Canção

E Shallow leva o Globo de Ouro de Melhor Canção 2019! É Lady Gaga, Bradley Cooper e Nasce Uma Estrela começando sua temporada de prêmios do ano

Melhor Ator em Série Dramática


O escocês Richard Madden, que já havia sido destaque em Game of Thrones, leva o Globo de Ouro de Melhor Ator em Série Dramática pela tensa Bodyguard- Netflix / Questão de Segurança. Já está na Netflix.

Melhor Atriz Coadjuvante

Regina King leva o Globo de Ouro de Melhor Atriz Coadjuvante por Se a Rua Beale Falasse. “Meu filho disse para mim que foi a primeira vez que ele se viu”, comentou a atriz sobre o longa de Barry Jenkins, que trata, assim como ‘Moonlight – a luz do Luar’, vencedor do Oscar, de amor, preconceito e racismo. “Em cada projeto meu, vou ter 50% da equipe de mulheres”, também comentou Regina em seu discurso politizado.

Melhor Atriz em Série Dramática


Sandra OH, que passou anos em Grey’s Anatomy, sobe ao palco surpreendente e feliz ao receber seu Globo de Ouro de Melhor atriz em série dramática por Killing Eve.

Melhor Ator Coadjuvante

O favorito Mahershala_Ali leva finalmente o Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante por ‘Green Book: O Guia’, em que atua ao lado de Viggo Peter Mortensen. O ator já havia concorrido ao prêmio em 2017 por Moolight.

Melhor Roteiro


A turma que “estava perto da cozinha” do Globo de Ouro 2019, mas que é responsável pela narrativa de grandes histórias: os roteiristas! ‘Green Book: O Guia’ leva seu segundo prêmio da noite e sai com o troféu de Melhor Roteiro para Peter Farrelly, Nick Vallelonga e Brian Currie, que adaptaram o livro baseado em uma história real.

Melhor Atriz Coadjuvante em TV

“Você exigiu tudo de mim. Menos sexo, que é exatamente como devia ser na nossa indústria”, comentou a atriz Patricia Clarkson ao diretor Jean-Marc Vallée (de Big Little Lies), após levar o prêmio de Atriz Coadjuvante em TV por Sharp Objects.

Melhor Filme Estrangeiro

Roma, de Afonso Cuarón, leva o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro 2018 e também inicia sua trajetória de premiações do ano. Produzido pela Netflix, o longa foi alvo de debates em torno de seu lançamento diretamente na TV e não na tela grande. Entrou em sessões e temporada especial em cinemas de diversos países. O diretor mexicano agradeceu, principalmente, às atrizes Yalitza Aparicio (Cleo)
e Marina de Tavira (Sofia).

Melhor Direção

E Afonso Cuaron leva o concorrido prêmio de Melhor Direção por ROMA. “Quero agradecer à Netflix por ter apostado e levado este filme bem improvável à consciência do filme”, declarou o diretor mexicano. Ele agradeceu novamente às atrizes protagonistas do longa. “A existência delas na tela já era suficiente. Eu sempre vou ser grato às duas. Este filme foi dirigido pela minha mãe, pela minha família”, comentou. E encerro: E talvez mais importante do que isso, por este lugar, por este laboratório muito complexo, que me transformou no que sou, muito obrigado, México.”

Melhor Atriz em filme cômico ou musical

A favorita Rachel Brosnahan é a melhor atriz em série cômica ou musical do ano no Globo de Ouro por The Marvelous Mrs. Maisel. Ousada e divertida, a série da Amazon Prime Video, conta a saga de uma dona de casa de classe alta que, depois de se separar, decide se tornar comediante de stand up comedies.

Melhor Atriz em filme dramático

Glen Close leva o prêmio de Melhor Atriz em Filme Drama por A Esposa, que no Brasil tem distribuição da Pandora Filmes e estreia nesta quinta, dia 10. “O que aprendi com toda esta experiência é que as mulheres alimentavam (as famílias). Nós temos as crianças e os maridos… E nós temos que encontrar nossos sonhos, nossos prazeres pessoais. Nós temos nossos sonhos e devem nos permitir fazer isso”, declarou a atriz, que foi aplaudida de pé. “Quando eu era pequena eu me sentia como Mohammed Ali, que era destinado a lutar box. E eu me sentia destinada a ser atriz”, completou ela, que completa 45 anos de carreira.

Melhor Ator em filme dramático

“Muito obrigada, Fredy Mercury, por ter me dado este papel que é uma alegria na minha vida inteira. Eu amo você, seu homem lindo. Isso é para você e por você”. Assim 07 concluiu seu agradecimento pelo Globo de Ouro de Melhor Ator em filme drama pelo sucesso Bohemian Rapsody

Melhor Filme Dramático

Com final surpreendente, Bohemian Rapsody bate favoritos como Nasce Uma Estrela, Se a Rua Beale Falasse e Infiltrado na Klan, e leva o Globo de Ouro de Melhor Filme Dramático 2019. Uma das maiores bilheterias do ano, que tem o guitarrista Brian May e o baterista Roger Taylor entre os produtores, o longa consagra nas telas a carreira do Queen (banda) e de Fred Mercury.

Troféu Cecil B. DeMille Award

Jeff Bridges é o homenageado com troféu Cecil B. DeMille Award do Globo de Ouro 2019. O prêmio, que honra a carreira de grandes nomes do cinema americano, é um dos pontos altos da noite. Jeff já recebeu o Globo de Ouro de melhor ator em drama por “Coração Louco”, em 2010. O ator ainda tem outras quatro indicações ao Globo de Ouro: melhor ator em drama por “O Homem das Estrelas” (1985), melhor ator em comédia ou musical por “O Pescador de Ilusões” (1992), e melhor ator coadjuvante por “A Conspiração” (2001) e “A Qualquer Custo” (2017).


Gostou? Compartilhe!

The Author

Flavia Guerra

Flavia Guerra

Jornalista, documentarista e roteirista. Especializada em cinema, foi colunista do Café com Jornal e da Band News; atuou em O Estado de S. Paulo. Cofundadora e editora do TelaTela.

Previous post

Calendário Pirelli 2019 celebra o casamento do cinema com a fotografia

Next post

Globo de Ouro dá "premio de fã" a Bohemian Rhapsody